Hortaliças

As hortaliças podem ser definidas como alimentos típicos de pequenos cultivos, intensivos em mão de obra, encontrados nas redondezas da moradia dos agricultores.

Olericultura

Quando em quintais, chamam-se hortas domésticas. Também podem ser chamadas de olerícolas.

A produção mundial de hortaliças ocupa uma área de 90 milhões de hectares, produzindo 1,4 bilhão de toneladas de alimentos frescos.

Principais

O tomate lidera o volume da produção nacional de hortaliças, plantado em uma área de 62 mil hectares, com produção de 3,5 milhões de toneladas. A cebola vem em segundo lugar, com volume de produção de 1,1 milhão de toneladas, seguida da cenoura, com 910 mil toneladas.

No Brasil, cultivam-se 800 mil hectares de hortaliças, gerando uma produção de 16 milhões de toneladas. As regiões Sul e Sudeste concentram a produção, principalmente em virtude do clima mais ameno, exigido pelas olerícolas.

Folhosas

A  cultura de folhas, legumes, temperos e especiarias forma a base da horticultura (cultivo de hortas e jardins).

Com a urbanização, a horticultura se profissionalizou, ganhando grandes áreas, seja no cinturão verde das cidades, seja em regiões mais distantes, exigindo logística adequada de transporte e comercialização.

CEAGESP

A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) surgiu em 1969, tornando-se o maior e mais importante centro de distribuição de frutas, legumes, verduras e flores do Brasil.

Cerca de 10 mil toneladas de mercadorias passam diariamente pelo entreposto. Federalizada em 1997, sua administração atual pertence ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Pós-colheita

Um grande problema da cadeia produtiva das hortaliças reside nas perdas pós-colheita, durante a comercialização. No Brasil, os níveis médios de perda estão entre 35 e 40%, enquanto nos Estados Unidos não passam de 10%.

Saiba mais

Catálogo de 50 Hortaliças / Embrapa / Sebrae
http://goo.gl/P5uD2