Banana


Banana (Musa spp.) da família das musáceas, é originária do Sudoeste Asiático. Típica de regiões tropicais, a banana é a fruta mais produzida no mundo.

Com 10 milhões de hectares cultivados, gera um volume de 81,2 milhões de toneladas. A Índia lidera o ranking mundial, no qual o Brasil divide o terceiro lugar com as Filipinas.



  
Existe uma divergência botânica antiga sobre o nome científico da banana comum do Brasil. Na literatura pode-se encontrar tanto Musa paradisiaca quanto Musa sapientum. As variedades comerciais são geralmente híbridas.
 
Pseudocale

O que parece tronco da banana é, na verdade, um "pseudocaule". O caule verdadeiro, chamado rizoma, está debaixo da terra.
 
Câimbras

A falta de potássio no organismo leva os músculos a se contraírem em câimbras. Uma banana média supre 30% das necessidades diárias de potássio do organismo.
 
Cada 100 gramas da fruta possuem 396 mg de potássio, o mesmo que um bife de contrafilé grelhado, o dobro de uma laranja e o triplo de uma maçã, por exemplo.

As bananeiras produzem um único cacho por planta. Após a produção corta-se a bananeira, forçando a rebrota, que gera uma nova planta. As mudas de bananeira são plantadas em covas capazes de sustentar vários anos de colheita.

Nanica

A variedade "nanica" recebe tal nome porque o pé de bananeira, e não seu fruto, é pequeno. Já a variedade "nanicão", embora o fruto seja do mesmo tamanho, dá em uma planta que cresce bem mais.

Estudo realizado nas Filipinas indica que ingerir duas a três bananas por dia combate a depressão e melhora o humor das pessoas. O efeito deve-se ao elevado conteúdo de triptofano, substância existente na fruta que proporciona sensação de bem-estar.

Tanino

A banana normalmente é colhida com o cacho ainda verde, para depois amadurecer. Antes de amadurecerem estão carregadas de tanino, o que as torna adstringentes ao paladar ("amarram" na boca).
 
Perfilho

As espécies de banana cultivadas são estéreis, propagando-se assexuadamente a partir de uma muda, chamada perfilho, retirada da bananeira-mãe.

Aqueles pequenos pontinhos pretos no interior da fruta não são sementes, mas sim óvulos não fecundados.

Mal do Panamá

Devastadora, a doença causada por um fungo Fusarium voltou com uma nova variação, mais letal ainda, aniquilando rapidamente 65 mil hectares de bananais na China.

A terrível doença, de difícil controle por agrotóxicos, surgiu pela primeira vez no Panamá, em 1876, expandindo-se pelo mundo.



Saiba mais

Instituto Agronômico de Campinas
http://goo.gl/x3nYM

Cultivo no Ceará
http://goo.gl/5xuf2

 Produção ecológica no RS
http://goo.gl/WEdDV

Saúde
http://goo.gl/mNJnJ
http://goo.gl/MpRvA

 Nanicão
http://goo.gl/0Fxbp