Suíno


Suíno, o porco doméstico (Sus domesticus) da família dos suídeos, tem origem entre Ásia e Europa. Descendente do javali selvagem, o porco doméstico é animal onívoro, que digere vários alimentos.

O rebanho suíno mundial soma 874,2 milhões de animais, liderado pela China (56,5%), seguido da União Europeia (18,5%) e dos Estados Unidos (7,1%).

Comércio Mundial

O volume mundial de carne suína atinge 95,7 milhões de toneladas. Os Estados Unidos (27,6%) lideram as exportações mundiais de carne suína.

Nas importações, o Japão configura o maior importador mundial, com 1,2 milhão de toneladas, seguido da Rússia, com 0,9 milhão.

Brasil

O rebanho suíno brasileiro soma 35,2 milhões de animais, liderado por Santa Catarina (19,9%), Rio Grande do Sul (14,5%) e Paraná (13,2%).

Uberlândia (MG), Concórdia (SC) e Toledo (PR) são os principais municípios em alojamento de suínos no país.

Exportações

Após ficar fora do mercado externo, devido às doenças da peste suína e da aftosa, o Brasil já se coloca como o 5º exportador mundial de carne suína.

Mercosul

A carne suína brasileira ocupa 71% do mercado interno da Argentina, predominância que recebe protestos dos produtores locais, exigindo barreiras de entrada.

Gripe suína

Em 2009 surgiu no México um novo vírus da influenza, denominado H1N1. Originada em suínos e depois transmitida entre humanos, a doença ficou conhecida como "gripe suína".

Sanidade x exportações

Recente anúncio do Departamento de Agricultura dos USA reconheceu o estado de Sta Catarina livre de aftosa e de peste suína, dando sinal verde para o mercado mundial.

Tabú Alimentar

O consumo da carne de porco é proibido entre os muçulmanos, os judeus e os adventistas do sétimo dia.

Muitas pessoas não consomem carne de porco em função da associação com a sujeira, pelo fato de o animal chafurdar na lama para se refrescar, pois ele não possui glândulas sudoríparas.

Apesar do preconceito religioso e cultural, a carne suína é a mais consumida no mundo, especialmente devido aos embutidos que dela se fabricam.

Raças antigas

Os porcos não são animais originários da fauna brasileira nativa. As raças suínas brasileiras foram formadas a partir de animais descendentes daqueles introduzidos no século XVI, durante o Período Colonial.

A Embrapa/Recursos Genéticos e Biotecnologia identificou e catalogou essas raças, embora muitas delas já tenham sido extintas e substituídas pelo "bom desempenho" das raças estrangeiras.

Saiba mais

Produção de suínos tipo carne/UFES
http://goo.gl/gUKqO

Boas práticas/Embrapa
http://goo.gl/NJeTd 

Principais raças/UFBa
http://goo.gl/UU7Nj

Uso de dejetos na agricultura/Embrapa
http://goo.gl/Br8l2   

Site do Suinocultor
http://goo.gl/RQEwd